Erica Butow – A lógica invertida da educação no Brasil

Entrevista com a CEO e cofundadora da ONG Ensina Brasil ao canal Um Brasil, com participação de estudantes da Brazilian Student Association.

Butow critica a concepção de que um aluno bem-sucedido é aquele que tira nota suficiente para passar no vestibular, assim como um professor modelo é quem sabe ensinar como ser aprovado em um exame do tipo.

“O jeito que pensamos a avaliação foi invertido. Criamos a avaliação e, depois, o que o aluno deveria saber. Não tem como isso dar muito certo. Temos de ter um projeto de País, um projeto de cidadão, para, assim, determinar o que o aluno deveria saber e por que – e como vamos avaliar isso”, argumenta Erica. “No momento em que se inverte esta lógica, quando se tem um sistema de avaliação determinando o que o aluno deveria aprender, começa-se a criar todos os incentivos perversos”, complementa.

Por uma relação mais saudável com os EUA

A tensão gerada no Brasil pelas eleições nos Estados Unidos mostram que é preciso desenvolver uma relação diferente com o país e o resto do mundo. Uma posição de maior autonomia e independência permitiria ao Brasil não depender tanto do que decidem os cidadãos em outro país.

Este foi o tema da coluna publicada pela revista Problemas Brasileiros em 03 de novembro de 2020.